Blog

Da Luz Collective present Light Box | with Maura Grimaldi and Frederico Malaca

Light Box with Maura Grimaldi and Frederico Malaca | 04.11.18 | Research and experience

The purpose of Light Box arises from the need of reflection about young artists based in Portugal, who are using light as a medium and/or a result – videos, photography, light installations, etc. We aim to realise a program of presentations, divided by themes, in order to show the works of, and talk with, the invited artists. With Light Box, we wish to stimulate and increase the discourse about young art, media interactions and some aspects related to contemporary arts practices.

Research and experience. We invited Maura Grimaldi and Frederico Malaca to understand the importance of research and experience for them, what is their relation with the photographic or moving image and how we could rethink this practice today. Starting from their work and reflecting about their practice, we will be guided through a path which directly and actively considers the spectators’ experience in the artistic process.

Maura Grimaldi (1988, Brazil) is an artist and researcher in the FCSH doctoral program at the NOVA University in Lisbon. Among her main projects: in 2017, PIMASP at the São Paulo Art Museum (MASP), and the HANGAR residence in Lisbon; in 2016, the VI Pampulha’s Grant at the Pampulha Art Museum in Belo Horizonte; in 2015, the 11th Artistic Residence of Red Bull Station (Brazil); in 2013, the residence at the École Supérieure des beaux-arts in Tours; and in 2012, the exhibition “Corners” in the Museum of Contemporary Art of São Paulo. In 2018, she was nominated for the PIPA Prize.

Frederico Malaca (1986) studied in ESAD in Caldas da Rainha (PT) and holds a master degree in photography from the University of Fine Arts in Lisbon. The contact with the photographic and video archive of his parents was crucial to his growth and his visual education with images recorded through the use of light. His interest in photography is focused on the registration of the private/daily dimension, with forays into the personal and familiar archive. In 2015 he was shortlisted for the Novo Banco Revelação prize.

Da Luz Collective is a collective of curators, working with young artists who are using light as a medium and/or a result – videos, photography, light installations, etc. The collective aims to show, enhance and illustrate new artworks in a perspective of “vision” and “visual” criticism.
Da Luz Collective is composed by Filippo De Tomasi, Kasia Sobczak – Wróblewska and Orsola Vannocci Bonsi.

Facebook event link

Domingo 4 de Novembro
19:30 – 21:30

Galeria Foco
Rua da Alegria,34

_____________________________________________________________________________________________________________________________

Light Box com Maura Grimaldi e Frederico Malaca | 04.11.18 | Pesquisa e Experiência

O programa Light Box surge pela necessidade de refletir sobre a obra de jovens artistas residentes em Portugal que usam a luz como medium e/ou resultado final – vídeos, fotografias, instalações luminosas, etc.. Pretendemos elaborar um programa de apresentações, divididas por temas, com a finalidade de mostrar e falar sobre o trabalho dos artistas convidados. Com Light Box, desejamos ainda estimular e valorizar o discurso sobre jovens artistas, interações multi-media e alguns aspetos relacionados com as práticas artísticas contemporâneas.

Pesquisa e experiência. Convidamos Maura Grimaldi e Frederico Malaca para perceber a importância da pesquisa e da experiência nos processos deles, a relação com a imagem fotográfica e em movimento e como podemos repensar este tipo de prática. Partindo dos trabalhos e das práticas destes artistas, vamos ser guiados para um caminho que considera diretamente e de forma ativa a experiência dos espectadores na dinâmica artística.

Maura Grimaldi (1988, Brasil) é artista e investigadora do programa de doutoramento da FCSH na Universidade NOVA de Lisboa. Entre as suas principais exibições e programas destacam-se: em 2017, o PIMASP no Museu de Arte de São Paulo, e a residência HANGAR em Lisboa; em 2016, a VI Bolsa Pampulha no Museu de Arte da Pampulha em Belo Horizonte; em 2015, a XI Residência Artística do Red Bull Station (Brasil); em 2013, a residência na École Supérieure des beaux-arts em Tours (França); e em 2012, a exposição “Esquinas” no Museu de Arte Contemporânea de São Paulo. Em 2018, ela foi nomeada pelo Prêmio PIPA.

Frederico Malaca (1986) estudou no ESAD em Caldas da Rainha e graduou-se em fotografia na Faculdade de Belas Artes em Lisboa. Cresceu em torno das imagens e o contacto com o arquivo fotográfico e vídeo dos seus pais, foi determinante para o seu crescimento e educação visual para com as imagens registadas com o recurso à luz. O seu interesse na fotografia centra-se no registo pessoal/diarístico, com incursões pelo arquivo pessoal e familiar. Em 2015 foi finalista pelo prémio Novo Banco Revelação.

Da Luz Collective é um colectivo de curadores interessados em dar a conhecer jovens artistas que criam obras de arte onde a luz é o medium e/ou a obra final – vídeo, fotografia, instalação, etc. O colectivo pretende mostrar e valorizar novas obras artísticas na perspetiva de uma crítica da visão e do visual.
Da Luz Collective é formada por Filippo De Tomasi, Kasia Sobczak – Wróblewska and Orsola Vannocci Bonsi.

Facebook event link

Sunday 4th of November
7:30pm – 9:30pm

Foco Gallery
Rua da Alegria,34